Como são chamados os monumentos da Ilha de Páscoa?

Siga-nos no insta

Os misteriosos monumentos da Ilha de Páscoa

A Ilha de Páscoa, localizada no Oceano Pacífico, é famosa por seus enigmáticos monumentos conhecidos como moai. Estas impressionantes esculturas em pedra, esculpidas há séculos pelos antigos habitantes da ilha, têm despertado o interesse e a curiosidade de milhares de turistas e arqueólogos de todo o mundo. Neste artigo, exploraremos alguns dos moai mais notáveis ​​e revelaremos seus nomes e significados.

Ahu Tongariki: la mayor plataforma cerimonial

Um dos conjuntos de moai mais impressionantes da Ilha de Páscoa está localizado em Ahu Tongariki. Este local abriga uma plataforma cerimonial que conta com 15 esculturas gigantescas, considerada a mais alta da ilha. Os moai de Ahu Tongariki representam os ancestrais dos Rapanui, o povo indígena da ilha. Cada um deles tem seu próprio nome, embora alguns tenham se perdido com o tempo.

Rano Raraku: o mais alto dos moai

Rano Raraku é uma pedreira vulcânica que se tornou um dos locais mais emblemáticos da Ilha de Páscoa. É aqui que as esculturas de pedra foram esculpidas e moldadas. Nesta pedreira ainda é possível encontrar dezenas de moai em diferentes fases de produção, alguns completamente acabados e outros em processo de talha. Entre os moai mais famosos de Rano Raraku estão o Tukuturi e o Moai da Sobrancelha.

Ahu Akivi: os moai que observam o oceano

Ahu Akivi é um local único na Ilha de Páscoa, já que os moai encontrados aqui são os únicos que ficam de frente para o oceano e não para o interior da ilha. Este conjunto de sete esculturas é conhecido como «os sete exploradores», pois segundo a lenda representam os primeiros exploradores que chegaram à ilha vindos da Polinésia. Ao contrário de outros moai, os de Ahu Akivi estão orientados para o mar, como se monitorizassem o horizonte em busca de novos territórios.

Vinapu: a evidência da influência Inca

O sítio arqueológico de Vinapu é conhecido por seu estilo arquitetônico incomum, que foi comparado aos edifícios incas da América do Sul. Aqui está o Ahu Tahira, uma plataforma cerimonial que possui dois moai. O que mais chama a atenção neste local é a forma como os blocos de pedra se encaixam perfeitamente, sem a necessidade do uso de argamassa. Alguns especialistas acreditam que esta técnica de construção pode ter sido influenciada pelos Incas, embora ainda não haja consenso sobre isso.

Os nomes e significados dos moai

Cada moai da Ilha de Páscoa tem seu próprio nome, embora nem todos tenham sido preservados ao longo dos séculos. Os nomes foram transmitidos oralmente de geração em geração, mas devido à perda de conhecimento e à falta de registros escritos, alguns deles foram perdidos para sempre. No entanto, os moai continuam a ser parte integrante da identidade e do legado cultural da ilha.

Resumindo, os moai da Ilha de Páscoa são muito mais do que simples esculturas de pedra. São testemunhas de uma civilização antiga e misteriosa, cujos segredos ainda não foram totalmente revelados. Cada um destes monumentos tem nome e significado próprios e representa a história e o futuro da ilha. Se tiver a oportunidade de visitar a Ilha de Páscoa, não perca a oportunidade de se maravilhar com estes incríveis moai e descobrir a sua fascinante história.